12 de abr de 2009

A deselegante do salão de beleza

Estava eu no salão de beleza, outro dia, tirando a sobrancelha.
Como todas aqui, detesto e sinto dor. Mas ok, eu sei lidar com ela e a fico contendo dentro do meu ser.

Então, estava sentada na cadeira e a cabelereira estava lá, fazendo seu trabalho.

Ao meu lado, estava uma mulher um tanto quanto obesa, esperando outra cabelereira terminar a escova para o final de semana. Aliás, não sei porque esse tipo de pessoa ainda se dá ao trabalho de ir ao salão de beleza porque, querida, não é ele quem irá resolver o seu problema...

Eu percebi que ela estava há alguns minutos me observando e não com uma cara muito boa. Então, preparei a minha expressão de insuportável, olhei a ela e continuei lá aguentando a minha dor.

De repente, ela vira a mim, com um ar de sabedoria da idade e me pergunta:

_ Menina você está sentindo dor assim por tirar a sobrancelha? Você já deu? É virgem?

Eu olhei bem séria para essa mulher já com farpas de ódio saindo dos meus olhos e respondi sem pestanejar:

_ Olha, querida, desculpa, mas eu não falo com pessoas totalmente sem classe iguais a você. Vou ignorar o que disse e continuar aqui, ok?

Voltei a me apoiar calmamente na cadeira, olhei para a minha cabelereira, fiz sinal para continuar e fechei meus olhos.

Nesse momento o silêncio pairou sobre o salão, todas me olharam, eu devolvi meu olhar de insuportável com farpas de ódio a quem estava me encarando, terminei a sobrancelha e fui embora.

Quando saí do salão, todas as mulheres voltaram entre si e começaram a cochichar apontando para mim.

Olhei para trás com cara de vitoriosa e segui para casa.

Um comentário:

Mima disse...

meu deus. uma mulher que compara sexo a fazer a sobrancelha precisa muito rever a vida.